quinta-feira, 18 de maio de 2017

Joby Martin - Atos 29 "Desde o início Ele planejou o Evangelho para Sua glória"

 
Fomos criados para Adorar, a primeira coisa que Adão vê é a face de Deus. Jesus é o protótipo entre os mortos, pois seremos como ele em nossa ressurreição. Ele é o primeiro em ordem e o primeiro em importância: Ele é o primogênito em sua morte.

Quando Pedro cita o Salmo, em Atos 2.34, ele está declarando que antes de tudo, Cristo já era desde sempre.

Para o avivamento não precisamos de nenhum conhecimento, precisamos de uma revelação, que vem da Palavra de Deus. Uma igreja fundamentada no Evangelho sempre vai prevalecer.

Você faz discípulos, prega o Evangelho e deixa Deus fazer a Sua obra.
Este é o plano divino antes da história humana. A igreja é edificada de acordo com a vontade de Deus.

Pedro declara em Atos 2.34, que desde o começo o Evangelho era o plano.

Deus não dá igrejas para pastores, Deus dá pastores para servirem a igreja. Por que desde sempre o plano é glorificar a Deus.

Deus não enviou Jesus como resposta para o pecado humano, mas desde o início Ele planejou o Evangelho para Sua glória.

O objetivo de Deus era restaurar o relacionamento face a face que teve com Adão no início, para que assim pudéssemos adorá-lo.

A medida que crescemos em nossa fé duas coisas crescem: o entendimento do Senhorio de Cristo e a Santidade e Magnificência de Cristo. Temos uma percepção crescente dá profunda depravação que existe dentro de nós. Somos pecadores que precisam de um Salvador.
E isso continua crescendo o reconhecimento da minha depravação e a Santidade de Deus. E a única coisa que limita esta distância é a cruz de Cristo. Na santificação a cruz vai se tornando maior e maior.

O entendimento crescente de que Jesus é tanto Senhor quanto Cristo deve trazer um profundo senso de Adoração. Quanto mais profundo é nosso entendimento do Evangelho, mais profunda é nossa Adoração.

O Evangelho não é a música que a gente canta, mas a vida que a gente leva. Por causa das vida que Ele nos deu.