quarta-feira, 17 de maio de 2017

Armando Bispo - Atos 29 "O Deus está te dizendo? E o que você vai fazer a respeito?"



O pastor, que serve ao Senhor em Fortaleza, através do serviço a comunidade e da denúncia dos erros do setor público, falou que:

O avivamento pode ser definido como a visitação divina, apesar de sua onipresença Sua visitação traz ou a morte e julgamento ou faz a estéril ter filhos, o morto reviver. Deus pode promover avivamento nos lugares mais inimagináveis.

Enquanto nossa limitação impede de vermos Deus está operando o avivamento em diferentes lugares. Precisamos deixar de lado a síndrome de Elias e acreditar que somente nós estamos vendo.

Pessoas reunidas dentro de um prédio é um evento, não um encontro, são nos encontros que há a visitação de Deus.
Embora a estrutura seja importante, devolemos clamar constantemente, como em Ezequiel 37,  Espírito Santo de Deus sopra sobre nós.

O conhecimento das Escrituras não são um instrumento de controle de poucos, no avivamento todos são capacitados para proclamar as grandezas de Deus.

Se manipulamos a difusão do Evangelho, encaixotando a ação do Espirito Santo, não será o sopro do Espírito, mas o nosso bafo, gerando apenas mal hálito.

Deus, mesmo podendo, não quis agir só, nós não podemos prescindir dá ação do Espirito Santo. Essa cooperação entre Deus e o ser humano é o propósito de Deus. Assim nos convida a nos juntar a Ele neste trabalho.

Palavra e poder é como a combinação dá carcaça do avião com a turbina: a carcaça pode chegar até a cabeceira da pista, mas sem turbina não voa. Já a turbina sem carcaça não sabe para onde vai," pluft plaft zoom"...

O Espírito não está restrito aos nossos parâmetros. Devemos deixar espaço para sua ação. 

Não ore por avivamento, basta arrepender-se de todos pecados conhecidos, dedicar todo o seu tempo para Deus e o avivamento virá.

O Deus está te dizendo? E o que você vai fazer a respeito?