sexta-feira, 31 de março de 2017

Prendam estes covardes, mas prendam todos eles


Vi o tal vídeo, que a estas horas já correu o mundo: dois policiais militares do Rio de Janeiro, executam dois suspeitos em uma comunidade do nosso estado.

Uma comoção popular, todos revoltados e polarizados: de um lado quem acha que "bandido bom é bandido morto", do outro quem acha que a covardia foi dos policiais. 

Bem, vi muitas postagens que só me admirariam mais se todos os cristãos já fossem santos.

Pior são uns crentes que defendem a atitude pecaminosa de tirar uma vida (veja bem, a lei de nosso país só considera excludentes de ilicitude 4 situações específicas, nenhuma das quais estavam presentes) - se é ilícito é pecado. 1. Não havia qualquer perigo à vida, 2. não estavam em estado de necessidade, 3. não é este o dever legal da polícia, 4. Ninguém tem o direito de exercer o trabalho regular de um carrasco, sem o devido julgamento. Cristaos não podem defender o pecado.

Bandidos roubam, matam, estupram e fazem nossa paz ser questionada, porém o que os bandidos precisam é de Jesus. (E um julgamento justo de suas transgressões perante a sociedade)

Policiais protegem, salvaguardam, lutam, sacrificam a própria vida pelo serviço da pátria - (mas alguns se corrompem, matam, roubam e denigrem a imagem de toda instituição), porém o que todos os policiais precisam é de Jesus.

Não podemos ficar esquecidos de que temos um propósito específico nesta terra: pregar Jesus, levar amor a todos os homens através de uma mensagem de regeneração e liberação.

A sociedade é injusta, a humanidade corrompida, mas todos, absolutamente todos são alvos do amor de Deus (sem mimimi pseudo teológico). Não podemos imaginar que o Deus justo e santo está feliz em ver uma criatura sua ser morta covardemente, como ele não fica feliz quando cada policial, bombeiro, militar, padeiro, médico, motoboy, pintor, estudante etc... morrem.

Quem não consegue amar, precisa considerar o fato de que não faz ideia de quem é Deus. (I Jo 4.8) E isso inclui: bandidos, policiais e todo o resto.

Dicas:
Se você acha que deve amar só os amigos, leia e releia: Rm 12.20; Mt 5.43-45; Lc 6.27-28

Se você acha que deve amar só os irmãos de fé, leia e releia: Rm 12.20; Lc 10.25-37

Se você tem dificuldade de entender este tipo de amor, leia e releia: Tg 1.5; Jo 13.34-35; Jo 15.12-13

Se você gostaria de ver todos os bandidos mortos, leia e releia: Lc 23.43; I Tm 1.15; Jo 10.10; Lc 6.27-37

Se você acha que não tem nenhum compromisso de se manifestar sobre isso leia e releia: Sl 5.4; Jr 1.9; Tg 4.17; Cl 3.25; Rm 1.18.

Agora que você analisou minha concepção, estou ansioso para ouvir as suas: comente e compartilhe.